Por que aprender mandarim? Por necessidade, é óbvio! Mas isso não é necessariamente a resposta de todos. Quando começava a ensinar uma turma nova de alunos, eu sempre fazia esta pergunta. 95% deles me davam esta resposta, mas 5% dizia que era por curiocidade ou gosto. Com o decorrer do tempo, sabe quantos chegam ao nível avançado? Menos de 5%!

As pessoas que iniciam o curso por necessidade também desistem dele por necessidade, sendo esta última mais urgente, já que nossas prioridades sempre mudam. Mas nossos hobbies duram muito mais. Não somente o hobby do aluno, mas o do professor também é muito importante! Um porfessor que goste de lecionar sempre procura o aprimoramento e, com isso, ele vai descobrir a necessidade de cada aluno. No início, um aluno pode pensar que mandarim é um “bicho de sete cabeças”, mas o professor tira esse mito e logo o faz gostar o idioma.

Eu já gostava e cada vez mais gosto do meu trabalho. Não importa a hora de chegada do meus alunos, eu sempre tenho um livro na mão para esperá-los (tanto que um aluno meu chegou a me dar livros de presente). Talvez vocês não acreditem, quando eu cheguei aqui no Brasil, não sabia nada de português, menos os números. Tive muito prazer de aprender; encontrei muitas dificuldades que meus alunos já encontraram ou vão encontrar ainda. Quando se tem prazer no trabalho, as dedicações não serão mais fardos. “A dedicação é a ponte que leva você do sonho à realização”. Eu li esta frase hoje de manhã quando esperava meu aluno numa grande empresa.

Concluindo, o primeiro fator importante para aprender mandarim é ter prazer ou paixão no que está fazendo, isso é válido tanto para o aluno quanto para o professor.

Anúncios