Sempre gosto de conversar com meus alunos e sinto uma grande diferença entre os iniciantes em mandarim e os que já aprenderam por algun tempo (lógicamente, não tive aulas com estes desde o início). Para quem está começando, é muito fácil entrar no caminho certo, mas quanto aos que já estudaram dois ou três anos, é quase impossível convencê-los a mudar de método, é preciso acompanhá-los por certo tempo. Estamos já no século vinte e um, no entanto, a maioria dos alunos estão aprendendo mandarim usando métodos do século anterior ou do dezenove. As tecnologias avançaram muito, mas tudo isso parece não ter influenciado o ensino do idioma; que pena! É como se você tivesse um carro, e planejasse ir para outro estado, mas quisesse viajar a pé e deixar seu carro na garagem. Provavelmente isso nunca acontecerá com você; muito bem, mas será que não também quando estiver aprendendo um idioma estrangeiro? Se isso acontece, é a frase do título deste post, que significa: “pensamento conservador, que não aceita o progresso e a renovação.”

Anúncios